Boaventura Sousa Santos dixit

Pedro Mexia declama no Governo Sombra a comovente prosa de Boaventura Sousa Santos que foi dirigida a esse benfeitor da causa socialista e democratização da pobreza, Evo Morales, em nome de todos os portugueses — pequenina e inocente generalização que não apoquenta os nossos literati.

P.S. - como é bem sabido, declamar e recitar são agora verbos em desuso e reprováveis pela nossa crème de la crème intelectual; são termos com profunda conotação aristocrática e, como tal, hediondos. O verbo correto seria, e Ricardo Araújo Pereira deixa-o bem claro, dizer. Eu digo poesia. Tu dizes poesia. Ele diz disparates co-substanciados em preconceitos sociais.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>